Fala ai Radizeiros e Radizeiras, tudo bem com vocês?

Nos post anterior falei um pouco sobre o porque de usar ORM, e diversos benefícios do porque utiliza-lo, e você que me acompanha sabe que eu não sou muito de teoria, e gosto mesmo de ir direto para prática.

No post de hoje não poderia faltar essa nossa prática, agora nós iremos começar a construir o nosso projeto, onde irei mostrar para você como iremos fazer.

Primeiro cria um projeto, pode ser VCL, e salva ele, lembrando das boas práticas e Clean code, dando os nomes corretos.

Iremos começar nossa jornada de MVC com ORM.

Se você observar nós colocamos um DBGrid, três botões, e um Navigator.

Essa é somente a nossa camada de visão, onde só iremos precisar somente dessas informações para o nosso projeto funcionar.

Isso tudo irá funcionar utilizando o ORM.

Primeira coisa que você tem que ter em mente é a organização, eu sempre prego isso, temos que separar as três camadas, View, Model e Controller.

A primeira coisa que iremos fazer é salvar nossa unit, onde irei começar a criar a estrutura.

Observe que criei um pasta chamada source, e dentro dela criei mais três pastas, a view, model e controller.

A nossa camada de visão, é todo o formulário, tudo que o nosso cliente interage é a camada de visão, então como eu dou a nomenclatura para isso?

Eu sigo esse seguinte padrão, [nome do projeto].[o nome da camada].[nomo da classe ou do formulário que estou usando].pas.

Desta forma nossa camada de visão ficará desta forma Blog.View.Principal.pas.

Dessa forma quando usamos o model view do Delphi, utilizando essa nomenclatura, ele já mapeia a documentação do meu software da forma correta, então é uma boa prática para que usa o Delphi, para gerar documentação automaticamente.

Após mandarmos salvar veja como ficou o meu projeto.

Agora nosso projeto está tomando forma, e seguindo as boas práticas.

Neste treinamento você vai aprender a aplicar técnicas que darão maior escalabilidade em seus softwares criando uma estrutura de forma prática e dinâmica, aplicando os padrões de boas práticas e clean code, além de compreender como aplicar os padrões de persistência de dados sem a necessidade de criar scripts de banco de dados.

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS SOBRE O TREINAMENTO COMO IMPLEMENTAR ORM EM ARQUITETURA MVC