Fala Radizeiro e Radizeira, tudo bem com vocês?

Melhorar as tomadas de decisões dos seus usuários é algo muito importante.

Mas talvez você já deva estar falando que já faz isso dentro dos seus sistemas com os diversos relatórios que já possui.

Te digo que só isso não será totalmente eficaz.

Não estou dizendo que o que você esta colocando nos relatórios não está ajudando seus usuário.

Mas ter métricas de como está todas as vendas, quais produtos ele vender nesse mês irá ajudar ele alavancar seu caixa.

Essas e outras necessidades nem sempre um relatório terá maior assertividade, e ainda, quando você implementa a sua geração pode ser bem demorada.

E ainda, quando um usuário gera um arquivo, faz um exportação, realiza uma pesquisa, ou algo do tipo.

É bem demorado as vezes.

Te digo que isso não sua culpa.

Bancos de dados relacionais tem uma demora em suas consultas de fato.

Mesmo que você tenha índices e muitas outras técnicas para melhorar esses desempenhos, não é o suficiente.

Por este motivo estou nessa série trazendo um conteúdo que irá lhe ajudar e muito nessas e outras ocasiões.

E estarei mostrando nessa nossa série sobre a stack do Elasticsearch.

E o maior intuito aqui é que vocês comecem a enxergar as possibilidades a mais de entregar valor e otimizar performance na aplicação de vocês.

São dois pontos que quero passar aqui nesse momento.

1º – Otimização de performance.

2º – Agregar valor nos software de vocês com toda a stack do Elasticsearch.

O Elasticsearch é um, vamos dizer assim, banco de dados NoSQL.

Mas o que quer dizer isso?

Bancos de dados NoSQL são todos aqueles que não são baseados em tabelas, não é relacional, não tem relacionamento.

Ele é free schema, é bem parecido com o MongoDB.

É baseado em documentos json dentro dele.

Te dando maior liberdade e mobilidade para se trabalhar.

A questão é que ele foi feito para trabalhar com busca.

Por este o motivo do nome de Elasticsearch, buscas elásticas.

Ele é todo um framework, baseado no Apache Lucena, voltado para otimizar buscas.

Vamos dizer assim, todos os selects que você faz dentro do seu banco de dados, o Elasticsearch consegue fazer de uma forma muito melhor, e com mais possibilidades.

Não estou aqui fazendo comparações do que é melhor ou pior.

Mas para lhe mostrar as infinitas possibilidades que existem no mercado, e que podem agregar no seu dia a dia.

O Elasticsearch por ter sido desenvolvido exclusivamente para isso, ele te dá mais possibilidades.

E aqui no nosso blog, mas exclusivamente na nossa série, iremos ver que possibilidade são essas, e claro, como trabalhar com essa stack.

Iremos ver aqui um conjunto misto de tecnologias do Elasticsearch, logstash, kibana, linux com docker compose.

Vamos dar uma pincelada, no docker, para mostra as possibilidades que temos para utilizá-lo.

Como eu já imaginava, a maioria da comunidade Delphi, é leiga em docker, Elasticsearch, nessas tecnologias que estão a bastante tempo no mercado, e que poderia agregar muito nos seus dia a dia.

Porque eu sei a correria do dia a dia de vocês, resolvendo chamados, atendendo clientes, e aí fica difícil de estudar essas novas possibilidades.

Isso não quer dizer que você já irá sair daqui e colocar o Elasticsearch dentro do seu software.

Claro que isso é possível, mas é você saber que existe a possibilidade para tal.

Um grande sábio disse uma vez que “quando se tem um martelo, tudo vira prego”.

Essa não é a nossa ideia aqui, mas te mostrar outras ferramentas além do martelo.

Então hoje você tem, vamos dizer, para guardar, armazenar, buscar e listar dados, os bancos relacionais.

Mas estou aqui lhe mostrando que existe um mundo fora disso.

E que é muito legal, e que vai lhe ajudar muito, com toda a certeza.

Você pode observar essa acima de uma arquitetura.

E você consegue observar as infinitas possibilidades que se pode fazer usando o Delphi e uma arquitetura escalável, e ainda utilizando o Elasticsearch.

Onde quando você tem micros serviços, fica mais fácil, você trabalhar com base de dados distintas.

Dentro dessa estrutura você pode observar que quando trabalho com micro serviço, eles acessam bancos de dados relacionais, o Elasticsearch, o MongoDB.

Isso faz com que você aumente o leque de possibilidades.

Desta forma você consegue observar que dá para trabalhar com seu banco de dados relacional, fazendo as persistência dos dados, e o Elasticsearch trabalhando em conjunto com ele.

E isso praticamente sem você ter que mexer na sua aplicação.

Isso é o mais legal.

Você aprimora as buscas em sua aplicação, mas todo um background, de armazenamento de dados, dentre outras coisas, você já tem uma stack que já faz isso pra você.

E caso você tenha interesse de conhecer mais sobre Elasticsearch no Delphi acesse o nosso portal do CLUBE DE PROGRAMADORES EM DELPHI, onde você não terá só conteúdos relacionados ao Design , mas uma quantidade enorme de conteúdos que poderá lhe ajudar muito no seu dia a dia, é uma verdadeira NETFLIX para os programadores Delphi.

CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS SOBRE O CLUBE DOS PROGRAMADORES DELPHI